Pensando nos casos onde você poderá precisar recuperar o acesso aos seus tokens BT1 depois de trocar de computador, formatar uma máquina antiga ou qualquer outra hipótese na qual seja necessário reconfigurar a MetaMask para reaver controle sobre uma carteira no blockchain do Ethereum, preparamos este passo-a-passo para lhe auxiliar nesse procedimento.


Requisitos


Vamos partir do pressuposto de que você possui um backup da chave privada de sua carteira ou da seed phrase (frase-semente) gerada no momento de criação da sua primeira conta na MetaMask. Possuir um backup de uma dessas duas informações é um requisito essencial para recuperar o controle de sua carteira, por isso destacamos a importância de mantê-las guardadas em um local seguro, preferencialmente offline.


O primeiro passo será instalar a última versão da extensão no seu navegador, no caso, a 5.3.5 na data em que preparamos este passo-a-passo. Acesse o site oficial da extensão (https://metamask.io/), clique no link referente ao seu navegador (Chrome, Firefox, Opera) e siga os passos indicados na tela para instalar a extensão.


Uma vez instalada, clicando no ícone da MetaMask no canto superior direito do seu navegador, a extensão irá ser carregada numa nova aba:


Clicando em ‘Continue’, a extensão irá solicitar a configuração de uma nova senha. Aqui você deverá escolher entre restaurar a carteira a partir da seed phrase (frase-semente) ou a partir de uma chave privada. 



Restaurando carteira a partir da seed phrase

(Pule para a próxima seção caso vá restaurar a partir de uma chave privada)


Em casos onde você tenha criado a carteira para a qual enviamos seus tokens BT1 pela própria MetaMask e fez o backup da seed phrase (a frase de 12 palavras aleatórias em inglês, frase-semente em tradução livre) gerada nas etapas iniciais, você poderá restaurar todas as contas (ou carteiras) que possuía na extensão. Para isso, clique em ‘Import with seed phrase’. A seguinte tela será exibida:



Em seguida, insira as 12 palavras na ordem correta dentro do campo ‘Wallet Seed’, escolha uma nova senha de no mínimo oito caracteres que será usada para desbloquear a MetaMask a cada vez que você iniciar uma nova sessão no navegador, e então clique em ‘Import’.

     


Nas próximas etapas, você terá de concordar com os Termos de Uso, o Aviso de Privacidade e o Alerta de Phishing. Tenha em mente que a MetaMask é um software em desenvolvimento e que nós não possuímos nenhum vínculo com seus desenvolvedores. Leia atentamente aos termos de uso até o final. Em seguida, leia o aviso de privacidade, que alerta:


Quando você faz login no MetaMask, o endereço da sua conta atual fica visível para todos os novos sites que você visita. Isso pode ser usado para procurar os saldos de sua conta de Ether e outros tokens. Para sua privacidade, por enquanto, saia da MetaMask quando terminar de usar um site.


Clique em ‘Accept’, e então leia o aviso sobre Phishing. É extremamente importante tomar cuidado com sites maliciosos que fingem ser canais oficiais do MetaMask para roubar suas chaves privadas e seed phrases:


A MetaMask nunca se abrirá para pedir sua seed phrase (frase-semente), e os usuários são encorajados a relatar essas instâncias imediatamente para nossa lista negra de phishing ou para o nosso email de suporte em support@metamask.io.


    Após concordar com os três avisos, você irá se deparar com a interface da extensão, já com a sua carteira restaurada:




Se você só possuía uma conta (carteira), pode pular para a seção ‘Restaurando seus tokens BT1’. Caso tinha mais de uma conta e deseje restaurá-las, basta clicar no ícone no canto superior direito e adicionar novas contas até que todas elas apareçam na extensão.



Restaurando carteira a partir da chave privada


Em casos onde você já possuía uma carteira criada usando alguma outra ferramenta (como por exemplo, a MyEtherWallet), só tenha o backup de sua(s) chave(s) privada(s) ou deseje acessar uma outra carteira usando a MetaMask, você deve escolha uma nova senha de no mínimo oito caracteres que será usada para desbloquear a MetaMask a cada vez que você iniciar uma nova sessão no navegador:




Feito isso, você irá se deparar com sua imagem única gerada para a sua conta, e então, clique em ‘Next’.




Nas próximas etapas, você terá de concordar com os Termos de Uso, o Aviso de Privacidade e o Alerta de Phishing. Tenha em mente que a MetaMask é um software em desenvolvimento e que nós não possuímos nenhum vínculo com seus desenvolvedores. Leia atentamente aos termos de uso até o final. Em seguida, leia o aviso de privacidade, que alerta:


Quando você faz login no MetaMask, o endereço da sua conta atual fica visível para todos os novos sites que você visita. Isso pode ser usado para procurar os saldos de sua conta de Ether e outros tokens. Para sua privacidade, por enquanto, saia da MetaMask quando terminar de usar um site.


Clique em ‘Accept’, e então leia o aviso sobre Phishing. É extremamente importante tomar cuidado com sites maliciosos que fingem ser canais oficiais do MetaMask para roubar suas chaves privadas e seed phrases:


A MetaMask nunca se abrirá para pedir sua seed phrase (frase-semente), e os usuários são encorajados a relatar essas instâncias imediatamente para nossa lista negra de phishing ou para o nosso email de suporte em support@metamask.io.


Após concordar com os três avisos, você irá se deparar com a tela onde a extensão fornece sua nova seed phrase, ou frase semente, que possibilita restaurar todas as carteiras que você criar na MetaMask no futuro seguindo as etapas elencadas na seção anterior. Recomendamos guardar essa frase num local seguro e, preferencialmente, offline uma vez que com ela é possível acessar todos os fundos armazenados nas carteiras.


Em seguida, você deverá inserir as palavras na ordem correta para confirmar que você possui uma cópia da seed phrase:



Clique no X no pop-up ‘Deposit Ether’, depois no ícone com sua imagem única no canto superior direito e então em ‘Import Account’:



Copie sua chave privada de onde você havia feito um backup anteriormente e cole no campo correspondente:



Feito isso, a MetaMask irá validar sua chave privada e uma nova conta será criada para a carteira que você restaurou.


Importante: nestes casos, onde você restaurou uma carteira externa na MetaMask, isto é, usando uma chave privada que não foi gerada na própria extensão, não será possível restaurá-la no futuro apenas com a seed phrase gerada nas etapas anteriores, uma vez que elas não possuem relação.


Restaurando seus tokens BT1


Uma vez que você tenha restaurado o controle da sua carteira com tokens BT1 pela MetaMask, só falta adicionar o endereço do contrato inteligente que controla os tokens no blockchain para visualizar o seu saldo.


Endereço do contrato: 0xd88515Aa67E027211ff79710a75a90fcbB8fcc9f


Para isso, clique em ‘Add token’, em seguida em ‘Custom Token’, insira o endereço do contrato no campo correspondente e clique em ‘Next’.



    Pronto! A partir de agora, você poderá visualizar o seu saldo de tokens BT1 na interface da MetaMask:




    Em caso de dúvidas, não hesite em nos contatar pelo e-mail investidores@basement.io