Em geral, o investidor poderá cobrar a dívida na maturidade do título de dívida, conforme definido em contrato, ou antes desse prazo, na hipóteses da empresa não cumprir com as obrigações contratuais estabelecidas.


Importante ressaltar que o investidor deve ter clareza de que se investimentos em startups, pequenas e médias empresas é de altíssimo risco. Portanto, é esperado que boa parte das empresas não possam pagar a dívida no seu vencimento.