Muitos investidores acreditam que o controle de parâmetros financeiros é o suficiente para acompanhar seus investimentos em startups, pequenas e médias empresas, mas a realidade é bastante diferente. O investidor deve entender todos os seus direitos e deveres em relação a cada valor mobiliário que possui. É importante frisar, que mesmo dentro de uma só empresa, os valores mobiliários emitidos podem ser bastante diferentes. Além dos parâmetros de caráter financeiro de um valor mobiliário (discutidos aqui), o investidor precisa entender quais seus direitos e obrigações com minoritário. Se os sócios administradores quiserem vender sua participação, que direitos e deveres eu teria? Posso vender meu valor mobiliário no mercado secundário? Se for anunciada uma nova rodada de captação, tenho direito de participar? Com qual valor? Como devem ser feitas as notificações? Os contratos de investimento, em princípio, devem definir tais direitos e deveres. Atente-se monitore principalmente os que sejam relacionados à:

  • Novas rodadas de investimento

  • Transações envolvendo os controladores

  • Negociação do seu valor mobiliário no mercado secundário


Mais sobre direitos e deveres de minoritários como tag along, drag along e direito de preferência pode ser encontrado aqui.